7 de fev de 2018

móbile de pássaros tropicais em feltro
































A sobrinha ganhou bebê. Sim, minha sobrinha é mais velha que eu e tem mais filhos que eu. Coisas que acontecem quando se casa com um homem um tanto mais velho que você.
Cheguei até a comprar umas revistas com moldes de roupas de bebê, com a intenção de me desafiar na máquina de costura, e "fazer" o presentinho, mas confesso que fiquei desconfortável com o acabamento sem uma overloque em casa, aqueles pontos zigue zague que não são a mesma coisa e poderia incomodar um bebê que só chora e não se expressa, ai que aflição, deixei pra lá. Depois eu tento. 
Parti pra um presentinho de iniciante: um móbile com passarinhos tropicais, em feltro, sendo uma cacatua, um tucano e uma arara-azul, mas minha filha chamou de Rafael, Blu e Nigel, como uma referência ao filme Rio.  





















































































Acredito que eu poderia ter caprichado mais, meu projeto parece tão tímido. Ali, apenas com feltro, uma moldura de quadrinho bastidor e baker's twine... caberia sim alguma coisa a mais. Não sei se foi a pressa porque o menino nasceu e eu não tinha nada. E comprar, comprar e comprar não é uma opção. Tenho tentado me desapegar da solução imediata de comprar tanto e pra tudo e encaixar meu hobby nessas oportunidades da vida. Para melhorar a sensação de simplicidade, adicionei um par de sapatinhos de jersey que também costurei para o bebê, que chegou a uma família onde ele já tem mais 2 irmãos:
























































O presente acompanhou outras costurices para os irmãos com estojinhos, lápis e itens de escola divertidos. Postei aqui há 5 anos o que fiz pro irmão do meio dessa família que acabara de nascer e para a mamãe. Espia lá! ;)